Testes pré-transfusionais são tema de treinamento no Hemose 

 
O Centro de Hemoterapia de Sergipe (Hemose) deu início ao treinamento sobre testes pré-transfusionais destinado aos profissionais do Hospital Universitário de Lagarto.  A atividade de atualização profissional no laboratório Imunohematologia do receptor tem como finalidade a padronização de fluxos relativos aos procedimentos para garantir a segurança transfusional dos pacientes assistidos pelo Sistema Único de Saúde (SUS).
 
Na capacitação realizada no laboratório Imunoreceptor, os profissionais recebem orientações práticas sobre a técnica em gel, utilizada para realização dos testes pré-transfusionais, dentre eles, a prova de compatibilidade, pesquisa de anticorpos irregulares, prova cruzada, tipagem sanguínea, reclassificação ABO, fenotipagem RH estendida e prova direta e reversa. A metodologia técnica em gel tem como principal benefício a maior segurança na realização das transfusões de componentes do sangue – concentrado de hemácias, concentrado de plaquetas, concentrado de hemácias hemoglobina S positiva, dentre outros.
 
Na ocasião a técnica do laboratório de Imunohematologia do receptor, Brenna Rayssa Porto Veiga, explicou que antes de qualquer procedimento transfusional é obrigatório, a realização de testes para verificar a compatibilidade da bolsa de sangue que será transfundida com uma amostra de sangue do paciente. “Os testes cumprem a legislação que estabelece as normas técnicas dos serviços de hemoterapia”, disse ao informar que as análises duram uma hora ou mais, até finalizar a compatibilização das bolsas testadas.
 
Conforme a gerente da Hemorrede, Mariamália Newton Andrade, a capacitação atende uma solicitação da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) para os profissionais aprovados no concurso da instituição. “Esse treinamento cumpre uma demanda da nova gestão da unidade hospitalar. A colaboração do Hemose é na manutenção dos padrões de atendimento e procedimento para as atividades desenvolvidas nas agências transfusionais em consonância com a legislação vigente orientada pela Política Nacional do Sangue do Ministério da Saúde”, destacou a médica.
 
Ela relatou ainda que o processo de qualificação e melhorias contínuas na prestação dos serviços de hemoterapia e hematologia tem como foco a segurança transfusional.  “Esse trabalho realizado pelo Hemocentro de Sergipe quer assegurar o envolvimento da equipe multidisciplinar composta por médicos, enfermeiros, biomédicos, técnicos de bancada, e demais profissionais da saúde”, conclui Mariamália.
 
Cronograma
 
A capacitação para profissionais que trabalham nas Agências Transfusionais (AT) será estendido para os Hospital de Urgência de Sergipe (Huse), Maternidade Nossa Senhora de Lourdes, e Hospitais Regionais de Itabaiana e Estância. Agência transfusional é uma unidade intra-hospitalar que realiza transfusões sanguíneas com a retaguarda do Hemocentro coordenador. O armazenamento de hemocomponentes, a prova de compatibilidade entre doador e receptor, transfusão de plaquetas e hemácias liberadas, são alguns dos serviços realizados nessas unidades.
 

 Hemose realiza capacitacao para testes transfusionaisHemose realiza capacitacao para testes transfusionais

 

Pipetando para inciar os testes pre-transfusionaisPipetando para inciar os testes pre-transfusionais

 

Compatibilizacao de uma maostra de hemaciaCompatibilizacao de uma maostra de hemacia

 

Paula Regina e Lays Bomfim de Lagarto  Brenna e estagiaria Camila AlvesPaula Regina e Lays Bomfim de Lagarto Brenna e estagiaria Camila Alves